04/06/2008

Dois prémios de teatro

Fiquei orgulhoso ao tomar conhecimento do grande feito do meu caríssimo amigo Bruno Schiappa, actor, encenador e dramaturgo (e tenho que acrescentar apreciador de Monty Python e outras comédias brilhantes, o que nos anima sempre nos jantares em que convivemos).

Acontece que o Bruno ganhou dois galardões na atribuição dos prémios do público do Guia do Teatro 2007. Numa cerimónia apresentada por Vítor de Sousa e Cátia Garcia, Bruno Schiappa venceu os prémios das categorias de Melhor actor num Papel Secundário e Melhor Espectáculo Solo, pela sua participação nas peças "Presos no Gelo" e "Imortal".

O Bruno Schiappa está por isso de parabéns e espero ansiosamente por poder vê-lo em novos projectos. Para já, aconselho todos os leitores do blog a não perderem os espectáculos da autoria deste homens dos sete ofícios, que também dá aulas no Chapitô e que tem uma mente criativa prodigiosa e provocadora.

Mas, como o Bruno não foi o único premiado nesta cerimónia, deixo aqui a lista completa dos galardões atribuídos, lista essa retirada do Notícias da Manhã:

Melhor Coreografia: Amélia Bentes, em «Cabeças no Ar» | 2 – Melhor Cenografia: José Manuel Castanheira, em «A Filha Rebelde» | 3 – Melhores Figurinos: Storytailors, em «Ricardo II» | 4 – Melhor Desenho Luz: Filipe La Féria e João Fontes, em «Jesus Cristo Superstar» | 5 – Melhor Musica Original: Fernando Mota, em «Por Trás dos Montes» (não esteve presente) | 6 – Melhor Direcção Musical: Telmo Lopes, em «Música no Coração» | 7 – Melhor Sala de Teatro: Maria Matos Teatro Municipal (recebe o prémio uma representante do teatro) | 8 – Melhor actriz num Papel Secundário: Beatriz Batarda, em «quando o Inverno Chegar» | 9 - Melhor actor num Papel Secundário e Melhor Espectáculo Solo: Bruno Schiappa, em «Presos no Gelo» | 10 – Melhor Tradução: «Sweeney Todd – O terrível barbeiro de Fleet Street» | 11 – Melhor Actor: Simão Rubim, em «As Vampiras Lésbicas do Sodoma» | 12 – Melhor Actriz: Maria João Luis | 13 – Prémio Make Up For Ever Melhor Actor Revelação: Hugo Rendas, em «Jesus Cristo Superstar», «Principezinho» e «Música no Coração» | 14 – Melhor Elenco Conjunto: Teatro Praga, em «O Avarento ou a Última Festa» | 15 – Melhor Espectáculo Infantil: Fernando Gomes, em «O barbeiro de Sevilha» | 16 – Melhor Texto Original Português: «A Minha Mulher», de José Maria Vieira Mendes (não esteve presente) | 17 – Melhor Musical: «Musica no Coração», de Filipe La Féria | 18 – Melhor Encenador: Luís Miguel Cintra, em «Tragédias de Júlio César» | 19 – Melhor Peça: «As Vampiras Lésbicas do Sodoma», de Juvenal Garcês

1 comentário:

love disse...

Bem, que grande responsabilidade me deixa o teu post :-)). Thanks a million pal.
Abração.
BS