13/09/2007

Escritores policiais

Durante uma das minhas actividades preferidas, o Zapping, vejo que no programa da Júlia Pinheiro está António Albuquerque, mais conhecido por Dick Haskins, o maior escritor português de policiais, com quem já passei grandes momentos em cafés a conversar sobre a arte de escrever policiais.

Divertido, ouço as teorias que ele e outros dois autores, António Navarro e o outro que, confesso, agora não me lembro o nome, desbobinam sobre o caso "Maddie" e como escreveriam um livro sobre o caso, se tudo não passasse de ficção.

Realmente, é bom ver a mente criativa a funcionar, mesmo falando de um caso tão triste. E, realmente, lembro-me também de que há muito tempo que não estou um pouco com o Dick Haskins a ouvi-lo contar as suas histórias delirantes.

Nota mental: telefonar para ele e marcar um café.

4 comentários:

Nelson disse...

Que bom que é ler-te de novo aqui!
Parabéns!

Um abraço

Homem do Leme disse...

Estava na net a pesquisar sobre o Dick Haskins e encontrei este blog. Também gosto muito de Dick Haskins, a forma como escreve, o ambiente dos seus policiais. Não sei porquê, mas sempre me fizeram lembrar uma série antiga, que me fascinava na minha adolescência - "Claxon". No meu blog também já escrevi sobre este autor.
Posso criar um link no meu blog para este?

Luís Costa Pires disse...

Caro Nelson, agora é que voltei de vez ;) Espero que gostes dos novos textos.

Homem do Leme: claro que sim. Peço desculpas pela demora a responder, mas tenho tido muito trabalho. Vou por um link também. Abraço

Homem do Leme disse...

Não conhecia os seus livros, mas agora que os pesquisei, estou com vontade de os adquirir. Mais 3 para acrescentar à minha lista de livros a comprar. Abraço. Ah, é verdade, já criei o link.